Exame toxicológico para teste de 12 drogas. O teste Mult 12 Assure Test é um teste rápido imunocromatográfico de fluxo lateral para a detecção de AMP, COC, BAR, BZD, XTC / MDMA, PCP, MET, MOR / OPI, MTD, PPX, TCA, THC e seus metabolitos em urina humana.
ASSURE TEC
Model: KIT-MULT-12
Product ID: 110
New In stock
05 Kits para testes de doze substâncias com coletor de urina

05 Kits para testes de doze substâncias com coletor de urina

Modelo:KIT-MULT-12Disponibilidade: Imediata

Carregando...
 
Simulador de Frete
- Calcular frete
Ler as Orientações/Bula antes de aplicar o teste.

Finalidade:
O teste Multi 12 Drugs Assure Teste um imunoensaio visual rápido para a detecção qualitativa de drogas de abuso em urina humana. Esse teste detecta cocaína, THC, anfetamina, metanfetamina, benzodiazepínicos, opióides, ecstasy, propoxifeno, antidepressivos tricíclicos, fenciclidina, barbitúricos, metadona e seus metabolitos.

Princípio de Ação:
O teste rápido Multi 12 Drugs Assure Teste um teste rápido imunocromatográfico de fluxo lateral para a detecção da Cocaína, THC, Anfetamina, Metanfetamina, Benzodiazepínicos, Opióides, Ecstasy, Propoxifeno, Antidepressivos Tricíclicos, Fenciclidina, Barbitúricos, Metadona e seus metabolitos em urina humana nas seguintes concentrações cut-off. O teste é um imunoensaio competitivo. Conjugados da droga são imobilizados na região teste da membrana. Durante o teste, a amostra reage com anticorpos conjugados para partículas coloridas e pré-revestidas na almofada da amostra. Então, a mistura migra através da membrana por capilaridade e interage com os reagentes que estão na membrana. Se existir uma quantidade insuficiente de moléculas da droga na amostra, as partículas conjugadas anticorpos coloridos irão se ligar aos conjugados da droga, formando uma linha colorida na região teste da membrana. Portanto, uma linha colorida aparecerá na região teste quando a amostra de urina for não reagente para a droga. Se as moléculas da droga estiverem presentes na urina acima da concentração cut-off do teste, elas irão competir com o conjugado da droga imobilizado na região teste para sítios de ligação limitados de anticorpos. Isso irá prevenir a ligação da partícula conjugada anticorpo colorido na região teste. Portanto, a ausência da linha colorida na região teste indica um resultado reagente. A formação da linha C na região controle serve como um procedimento controle, indicando que um volume adequado da amostra foi adicionado e a absorção na membrana ocorreu.

Armazenamento e Estabilidade:
 • O kit deve ser armazenado de 2°C a 30°C até a data de validade impressa na bolsa de alumínio.
 • O teste deve permanecer na bolsa de alumínio fechada até o uso.
 • Não congelar.
 • O kit deve ser mantido longe da luz solar direta.
 • Cuidados devem ser tomados para proteger os componentes do kit de contaminação. Não utilizar se existir evidências de contaminação microbiológica ou precipitação. Contaminação biológica da pipeta, frasco coletor da urina ou dos reagentes podem levar a resultados falsos.

Coleta e Armazenamento da Amostra:
O teste Multi 12 Drugs Assure Test foi desenvolvido para o uso único em amostras de urina humana.
• A urina coletada em qualquer momento do dia pode ser utilizada.
• As amostras de urina devem ser coletadas em recipientes limpos e secos.
• Amostras turvas devem ser centrifugadas, filtradas, ou deixar assentar e somente o sobrenadante límpido deve ser utilizado no teste.
• Realizar o teste imediatamente após a coleta da amostra. Não deixar amostras em temperatura ambiente por períodos prolongados. Amostras de urina devem ser armazenadas de 2°C a 8°C por até dois dias. Para longos períodos de armazenamento, a amostra deve ser mantida a -20°C.
• Deixar as amostras em temperatura ambiente antes de testar. Amostras congeladas devem estar na temperatura ambiente e homogênea antes de realizar o teste.
• Se as amostras serão transportadas, embalá-las de acordo com a regulação aplicável para o transporte de agentes etiológicos.

Atenções e Precauções:
• Somente para uso profissional de diagnóstico in vitro.
• Não utilizar após o prazo de validade indicado na embalagem. Não utilizar o teste se a bolsa de alumínio estiver danificada. Não reutilizar o teste.
• Recomenda-se que esses produtos sejam tratados como produto para diagnóstico e devem ser manipulados observando as precauções habituais de segurança(por exemplo, não ingerir ou inalar).
• Evitar contaminação cruzada das amostras através do uso de um novo recipiente para cada amostra obtida.
• Ler todo o procedimento cuidadosamente antes de testar.
• Não comer, beber ou fumar em áreas onde amostras e os kits estão sendo manipulados. Manusear todas as amostras como se elas fossem agentes infecciosos. Observar as precauções estabelecidas contra perigos microbiológicos durante todo o procedimento e siga os procedimentos padrão para a disposição das amostras. Utilizar jalecos, luvas descartáveis e óculos de proteção quando realizar o teste.
• Umidade e temperatura podem afetar adversamente os resultados.
• Os materiais utilizados no teste devem ser descartados de acordo com a regulação local.

Procedimentos:
Levar os testes, amostras e/ou controles para a temperatura ambiente (15°C a 30°C) antes de usar.
Cassete
1. Levar a amostra e os componentes do teste para a temperatura ambiente (15°C a 30°C), se refrigerados ou congelados. Uma vez que a amostra estiver descongelada, misturar bem antes de realizar o teste.
2. Abrir a embalagem e remover o dispositivo.
3. Rotular o dispositivo teste com o número de identificação da amostra. “ID ____” área do cassete.
4. Colocar o dispositivo teste em uma superfície limpa.
5. Coletar a amostra com a pipeta plástica descartável. Certifique-se que não existem bolhas de ar.
6. Segurar a pipeta verticalmente e dispensar 3 gotas (aproximadamente 120 μL) de urina na cavidade da amostra.
7. Ler o resultado em até 5 minutos após adicionar a amostra. Não ler o resultado após 10 minutos. Para evitar confusões, descartar o dispositivo teste após interpretar os resultados.

Teste para doze drogas

Interpretação dos Resultados:
Resultado Reagente POSITIVO: Apenas uma linha colorida aparece, na região controle C. Nenhuma linha colorida aparece na região teste (Sigla de cada droga) para a droga em questão. Um resultado reagente indica que a concentração da droga excede o nível cut-off.
Teste positivo(POSITIVO)


Resultado Não Reagente NEGATIVO: Duas linhas coloridas aparecem na membrana. Uma linha aparece na região controle C e a outra linha aparece na região teste (Sigla de cada droga) para a droga em questão. Um resultado não reagente indica que a concentração da droga está abaixo do nível cut-off.
teste negativo(NEGATIVO)


Resultado Inválido: A linha C não aparece. Resultado de qualquer teste que não produz uma linha controle no tempo especifico de leitura deve ser descartado. Favor rever o procedimento e repetir com um novo teste. Se o problema persistir, não continue a utilizar o teste e contate o seu distribuidor local.
teste invalido(INVÁLIDO)


Nota:
1. A intensidade da cor na região teste (Sigla de cada droga) pode variar dependendo da concentração do analito presente na amostra. Sendo assim, qualquer sombra de coloração na região (Sigla de cada droga) deve ser considerada não reagente. Esse teste é apenas um teste qualitativo, e não pode determinar a concentração do analito na amostra.
2. Volume insuficiente da amostra, procedimento incorreto ou validade expirada são as razões mais comuns da linha controle não aparecer.

Controle de Qualidade:
• Controles internos estão incluídos no teste. Uma linha colorida aparece na região controle (C), é considerado um controle de procedimento interno reagente. Confirma que um volume suficiente de amostra foi utilizado e que o procedimento executado está correto.
• Controles externos não são fornecidos com este kit. Recomenda-se que os controles reagentes e não reagentes devam ser testados como boas práticas de laboratório para confirmar o procedimento do teste e verificar o desempenho do mesmo.

Medidas de segurança para coleta de urina:

Tomar todos os cuidados para que não seja adicionado nenhum produto ou mesmo a água de torneira ou do vaso sanitário no coletor de urina. O dispositivo de temperatura que vem aderido ao copo coletor serve para verificar que a cor verde apareça entre 32°C e 38°C, evitando que se utilize urina de terceiros. Algumas gotas de produtos ácidos ou químicos não deve alterar muito a temperatura da urina mas, pode alterar o resultado. Observe muito bem para que nada seja adicionado ao copo coletor, além da urina.

Sexo feminino: não é necessário fazer higienização íntima e nem eliminar o primeiro jato, preferencialmente não estar menstruada, se estiver, colocar tampão vaginal no ato da coleta. Não fazer uso de cremes ou óvulos vaginais 24 horas antes da coleta;
Sexo masculino: não é necessário fazer higienização íntima e nem eliminar o primeiro jato.

SUMÁRIO:

Anfetamina (AMP)
As anfetaminas são uma classe de agentes simpaticomiméticos potentes com aplicações terapêuticas. Elas são quimicamente relacionadas com as catecolaminas naturais do corpo humano: epinefrina e nor epinefrina. Em doses elevadas,a um aumento da estimulação do sistema nervoso central e induzem euforia,estado de alerta,diminuição do apetite, e uma sensação de aumento de energia e poder. Respostas cardiovasculares em anfetaminas incluem o aumento da pressão arterial e arritmias cardíacas.Consequências mais graves produzem ansiedade,paranoia, alucinações e comportamento psicótico. Os efeitos das anfetaminas duram de 2- 4 horas após a utilização, e a droga tem uma meia-vida de 4 - 24 horas no corpo. Cerca de 30% das anfetaminas são excretadas na urina na forma não alterada, com o restante na forma de derivados hidroxilados e desaminados.

Cocaína-Crack (COC)
Derivado das folhasda plantada coca, cocaínaéumpotenteestimulante do sistemanervoso centraleanestésico local. Os efeitos físicose psicológicosdo uso da cocaínaincluem aumento dafreqüência cardíaca, febre, dilatação das pupilas, sudorese, euforia eaumento de ener gia. Biologicamente, a c ocaína é rapidamente metabolizadaabenzoilecgonina. A meia-vida debenzoilecgonina(5 a 8 horas) é muito maiordo que odocomposto de origemda cocaína(0,5a 1,5 horas). Benzoilecgoninapodeserdetectadana urina em até 3dias apóso uso de cocaína.

Barbitúricos - BAR 
Os barbitúricos são depressores do sistema nervoso central. Eles são utilizados terapeuticamente como sedativos, hipnóticos e anticonvulsivantes. Os barbitúricos são quase sempre utilizados através da via oral como cápsulas ou comprimidos. Os efeitos se assemelham a aqueles por intoxicação com álcool. Uso crônico de barbitúricos leva a tolerância e dependência física. Barbitúricos de ação curta 400 mg/dia por 2 – 3 meses produz clinicamente grau significante de dependência física.  A abstinência pode ser grave o suficiente para causar a morte. Apenas uma pequena quantidade (menos que 5%) da maioria dos Barbitúricos é excretada inalterada na urina. O período de detecção dos barbitúricos na urina é de 4 – 7 dias. 

Benzodiazepínicos (BZD)
Os Benzodiazepínicos são frequentemente prescritos para o tratamento sintomático de ansiedade e desordens do sono. Os efeitos produzidos por eles são via receptores específicos envolvendo um neuroquímico chamado ácido gama aminobutírico (GABA). Por ser mais seguro e mais efetivo, Benzodiazepínicos tem substituído os Barbitúricos no tratamento da ansiedade e insônia. Os benzodiazepínicos também são utilizados como sedativos antes de algumas cirurgias e procedimentos médicos, e para o tratamento de distúrbios convulsivos e abstinência de álcool.  O risco de dependência física aumenta se os benzodiazepínicos forem utilizados regularmente (ex: diariamente) por mais que poucos meses, especialmente em doses maiores que o normal. Parar de utilizar abruptamente pode levar a vários sintomas como problemas para dormir, desconforto gastrointestinal, mal-estar, perda de apetite, sudorese, tremedeira, fraqueza, ansiedade e mudança na percepção. Apenas um traço (menos que 1%) da maioria dos benzodiazepínicos são excretados na forma inalterada na urina; a maior parte da concentração na urina é a droga conjugada. O período de detecção para os benzodiazepínicos na urina é de 3 a 7 dias.

Ecstasy (XTC-MDMA)
A metilenodioximetanfetamina (Ecstasy) foi primeiramente sintetizada em 1914por uma companhia Alemã de medicamentos para o t ratamento da obes idade. Aqueles que ut ilizam a droga frequentemente relatam efeitos adversos como aumento da tensão muscular e sudorese. MDMA não é claramente um estimulante, mesmo ele tendo, em comum com as anfetaminas, uma capacidade de aumentar a pressão sanguínea e o fluxo arterial. MDMA produz alguma alteração perceptual na forma de aumento da sensibilidade a luz, dificuldade em se concentrar e visão borrada em alguns usuários. Seu mecanismo de ação é através da via de liberação do neurotransmissor serotonina. MDMA pode também liberar dopamina, mesmo que a opi nião geral é que e sse é um efeito secundário da droga (Nichols and Oberlender, 1990). O efeito mais comum da MDMA ocorre praticamente em quase todas as pessoas que tomaram a droga em doses razoáveis, é o apertamento das mandíbulas.

Fenciclidina - PCP
A fenciclidina, também conhecida como PCP, é um alucinógeno que foi primeiramente comercializada como um anestésico em 1950’s. Ela foi removida do mercado porque os pacientes que utilizam a fenciclidina tiveram delírios e alucinações. A fenciclidina é utilizada nas formas em pó, cápsula e comprimido. O pó é inalado ou fumado após misturá-la com maconha ou matéria vegetal. A fenciclidina é normalmente administrada por inalação, mas pode ser utilizada intravenosamente, intra-nasalmente e oralmente.  Após baixas doses, o usuário pensa e age r apidamente e o hu mor varia de euforia a depressão. Comportamentos auto lesivos é um dos efeitos devastador da PCP. Ela é excretada na urina como droga inalterada (4% a 19%) e metabolitos conjugados (25% a 30%) com meia vida de aproximadamente 12 horas. 

Maconha (THC)
Os tetrahidrocanabinóis (THC,  9-THC,  1-THC) são os principais constituintes mais ativos e os principais metabolitos dos canabinóides como maconha e haxixe.
Os canabinóides têm sido utilizados como agentes depressores do sistema nervoso central. Overdose e uso prolongado de canabinóides pode levar ao abuso de substâncias, o que pode causar danos graves e / ou permanentes para o sistema nervoso humano. A detecção de THC na urina humana é amplamente utilizada para avaliar o abuso de canabinóides.

Metanfetamina (MET)
A metanfetamina é uma droga estimulante viciante que ativa fortemente determinado sistema no cérebro. A metanfetamina é quimicamente relacionada com a anfetamina, mas o efeito no sistema nervoso central causado pelas metanfetaminas são maiores. As metanfetaminas são produzidas em laboratórios ilegais e possuem alto potencial para abuso e dependência. A droga pode ser ingerida oralmente, injetada ou inalada. Altas doses agudas levam ao aumento da estimulação do sistema nervoso central e induz euforia, estado de alerta, dedução de apetite, e sensação de aumento de energia e poder . Respostas cardiovasculares das metanfetaminas incluem aumento da pressão sanguínea e arritmia cardíaca. Respostas mais aguda produzem ansiedade, paranoia, alucinação, comportamento psicótico, e eventualmente, depressão e exaustão.  O efeito da metanfetamina geralmente dura de 2 a 4 horas, e a droga possui meia vida de 9-24 horas no organismo. A metanfetamina é excretada na urina primeiramente como anfetamina e oxidado e determinados derivados. Entretanto, 10-20% de metanfetamina é excretado na forma inalterada. Assim, a presença de compostos relacionados na urina indica o uso de metanfetamina. A metanfetamina é geralmente detectada na urina de 3-5 dias, dependendo do nível do pH urinário.

Metadona - MTD
Metadona é u m analgésico de longa ação que produz efeitos que duram entre 20 a 48 hor as. Idealmente, Metadona livra os usuários da pressão em obter Heroína ilegal, dos perigos da injeção e da montanha russa emocional que a maioria dos opióides produz. Metadona se utilizada por longos períodos e em grades doses pode levar a um período de retirada muito longo. Como comparação com outros opióides em que o período de retirada é uma semana até 10 dias, usuários de Metadona podem esperar não recuperar por até 5 a 6 semanas. 

Morfina/Opiáceos (MOR/OPI)
Analgésico opióide abrange um amplo grupo de substâncias, que controlam a dor através da depressão do sistema nervoso central. Alta dose de morfina pode produzir nível de tolerância maior e dependência psicológica nos usuários, e pode l evar a abus o da substância. A Morfina é o pr incipal produto metabolito da codeína e da heroína.  A morfina é detectável na urina por vários dias após uma dose.

Propoxifeno ou Dextropropoxifeno PPX
O propoxifeno ou Dextropropoxifeno é um analgésico narcótico com uma estrutura similar a metadona. Ele é prescrito nos Estados Unidos para o alívio da dor moderada. Um efeito ficológico do propoxifeno é a depressão respiratória. Propoxifeno é metabolizado no fígado a norpropoxifeno. O norpropoxifeno possui meia-vida (30 a 36 horas) maior que o propoxifeno (6 a12 horas). O norpropoxifeno demonstra substancialmente causar menos depressão do sistema nervoso central que o propoxifeno, mas apresenta um maior efeito anestésico local.

Antidepressivos Tricíclicos - TCA
Os Antidepressivos Tricíclicos são comumente utilizados para o tratamento de desordens depressivas. Overdose de TCA pode resultar em depressão profunda do sistema nervoso central, cardiotoxicidade, e efeito anticolinérgico. Overdose de TCA é a causa mais comum de morte a partir de drogas prescritas. TCAs são ingeridos oralmente ou às vezes utilizados por injeção. TCAs são metabolizados no fígado, TCA e seus metabolitos são excretados na urina normalmente na forma de metabolitos por até 10 dias. 

ATENÇÃO: Qualquer dúvida ou esclarecimento, entre em contato com nosso SAC.

05 TESTES E 05 COLETORES DE URINA

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Características


    Confira também